Acerca de mim

A minha foto
Poeta por inspiração e imposição da alma... Uma pessoa simples, que vive a vida como se fosse a letra de uma canção, o enredo de um filme, a preparação para uma vida superior, à espera da eternidade e do encontro com o Criador.

quinta-feira, 5 de novembro de 2009

E de repente tudo acabou...

E de repente tudo acabou:
Acabaram-se as zangas, os problemas, os ciúmes,
Os conflitos...
Tudo acaba, porque a morte tudo leva.

Resta a saudade...
As velas, as flores, as orações;
De repente, tudo deixa de ter importância
E só queremos de algum modo estar junto de quem partiu...

(recordando o dia 5 de Novembro de 1998)

2 comentários:

mOnika disse...

Olá Felipa… não eu nunca guardo ódio, a vida já me ensinou que é muito curta para que tal sentimento nos possua!... Mas para que, por vezes, esse sentimento não me afecte escrevo para o libertar ;D

Anorinha disse...

Porque a vida nos reserva surpresas
Porque o mundo nos enlouquece
Porque para além das tristezas
Uma pessoa nunca esquece.

Porque a vida deve ser vivida
Porque o mundo nos enlouquece
Porque mesmo não sendo nesta vida
Uma pessoa nunca esquece.