Acerca de mim

A minha foto
Poeta por inspiração e imposição da alma... Uma pessoa simples, que vive a vida como se fosse a letra de uma canção, o enredo de um filme, a preparação para uma vida superior, à espera da eternidade e do encontro com o Criador.

segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

Nada

Nada... e é tudo,
tudo o que me dás;
mas mesmo assim não mudo,
sei que um dia tudo me darás...

(Felipa Monteverde)

4 comentários:

Regina F.Murbach disse...

Felipa, sua poesia é simples mas encantadora. Feliz ano novo. Regina

DE MÃOS DADAS disse...

Felipa
A Esperança vale tudo sempre.
E o hoje é sempre desigual do amanhã.
Beijinhos

Anónimo disse...

Tudo e nada, opostos que dizem tudo e nada dizem...
Kiss
Ju

Anna disse...

Olá meu anjo!
Tudo bem, Felipa?

Hoje a visita é rápida, apenas para agradecer a você por ter caminhando comigo em 2010.
Que as realizações alcançadas este ano, sejam apenas sementes plantadas, que serão colhidas com maior sucesso no ano vindouro, obrigada por ter estado comigo em 2010, espero que nossa amizade possa solidificar-se ainda mais em 2011.
O meu desejo é que seu Novo Ano e todos os dias de sua vida e das pessoas que você ama, sejam de PAZ, de Luz, Amor, Sabedoria, Fé, Prosperidade, Saúde, Esperanças, Conquistas, Vitórias e Realizações.
Muitas energias positivas para você e sua família!!!
E que venha um 2011 pleno em Felicidade!
Beijos de luz em seu coração,
Anna