Acerca de mim

A minha foto
Poeta por inspiração e imposição da alma... Uma pessoa simples, que vive a vida como se fosse a letra de uma canção, o enredo de um filme, a preparação para uma vida superior, à espera da eternidade e do encontro com o Criador.

quarta-feira, 3 de novembro de 2010

Aridez

Era o vento nos meus sonhos
e eu sonhava contigo
em desertos horizontes
onde eu tinha adormecido.

Sonhei vales e desertos
planícies longas, charnecas
e tinha os olhos abertos
tinha as minhas mãos tão secas...

Era o vento nos meus sonhos
e eu não tinha adormecido...

(Felipa Monteverde)

1 comentário:

DE MÃOS DADAS disse...

Que lindo poema
Vamos todos acordar para a vida claro.
Continuando na comunhão dos santos a orar pelas almasa do Purgatório