Acerca de mim

A minha foto
Poeta por inspiração e imposição da alma... Uma pessoa simples, que vive a vida como se fosse a letra de uma canção, o enredo de um filme, a preparação para uma vida superior, à espera da eternidade e do encontro com o Criador.

terça-feira, 17 de julho de 2012

Fado da tarde

Um dia, trauteando "Estrela da Tarde", fado cantado por Carlos do Carmo com letra do poeta José Carlos Ary dos Santos, saiu-me isto:

Meu amor, meu amor
minha estrela da tarde
que o luar te não veja
nem o mundo se acabe.

Meu amor, meu amor
quem me dera a certeza
se tu és lua cheia
ou és candeia acesa
meu amor, meu amor
que nem chora nem reza.

Eu não sei, meu amor
se o que digo é tolice
se é mentira ou encanto
se é magia ou doidice
que se fez ou se disse
ou segredo ou quebranto
mas se chegas na tarde
que é tarde e é cedo
e é medo e é pranto
já não sei o que penso
o que digo e o que faço
só que te amo tanto.

Meu amor,
se isto é fado ou bruxedo
é por ti que o canto.

Felipa Monteverde

10 comentários:

Lu disse...

Lindo!

Maze Oliver disse...

Oi Felipa, vim te ver e desejar sucesso. Sobre o post: A dor e o amor serão sempre nectar para os poetas! Bjinhos.

Mário Margaride disse...

A vida trás-nos muitas vicissitudes. É esse de facto, o nosso fado.

Belo poema!

Beijinhos e bom fim de semana!

Mário

Ailime disse...

Olá Felipa,
Que inspiração! Ficou maravilhoso o seu poema!
Desejo-lhe um bom domingo.
Bj

Anne Lieri disse...

Felipa,que inspiração maravilhosa!Adorei as tuas veredas!bjs,

Lindalva disse...

Um fado de enlouquecer, senti até a música... Teu voto na semifinal do pena de ouro foi validado querida Felipa. beijos doces!

Arnoldo Pimentel disse...

Simplesmente lindo.Parabéns.

Nilson Barcelli disse...

Belíssimo.
Gostava de ver o teu poema cantado.
Beijo.

Orvalho do Céu disse...

Olá, querida
Que venham os fados de amor!!
Seja feliz e abençoada!!!
Bjs de paz

Amara Mourige disse...

Felipa, que lindo! E viva o amor! Uma semana com muito amor.
Bjs
Amara