Acerca de mim

A minha foto
Poeta por inspiração e imposição da alma... Uma pessoa simples, que vive a vida como se fosse a letra de uma canção, o enredo de um filme, a preparação para uma vida superior, à espera da eternidade e do encontro com o Criador.

segunda-feira, 20 de junho de 2011

Fome

É noite e a minha alma voa,
alada sombra que te segue os passos
por entre a escuridão que não perdoa
a solitária fome dos meus braços.

(Felipa Monteverde)

4 comentários:

Anónimo disse...

Sombras que perseguem na noite o silêncio do verdadeiro amor...

Miguel Afonso
http://umsimplescadernito.blogspot.com/

Desculpa, mas só consigo comentar como anónimo.

Nilson Barcelli disse...

A fome de braços e de abraços pode ser um sinal de solidão...
Beijos, querida amiga.

Arnoldo Pimentel disse...

A noite vem acompanhada da solidão que sempre bate à port para entrar.Beijos

Sonhadora disse...

Minha querida

Passando para deixar um beijinho carinhoso pelo apoio e dizer que estou de volta e melhorando.

Rosa