Acerca de mim

A minha foto
Poeta por inspiração e imposição da alma... Uma pessoa simples, que vive a vida como se fosse a letra de uma canção, o enredo de um filme, a preparação para uma vida superior, à espera da eternidade e do encontro com o Criador.

sexta-feira, 18 de maio de 2012

Pensei-te

Pensei-te e não recordo
que a chuva apagou o que eu sentia
ao lavar os meus sonhos
nesta cama fria.

Fiz a cama com lençóis de mar
num colchão feito de tempo
e adormeci sentidos de luar
e acordei marés do pensamento...

Pensei-te e não te entendo.

Felipa Monteverde

4 comentários:

✿ chica disse...

Lindos e intensos sentimentos nessa poesia,Felipa!!beijos,ótimo fds!chica

Ailime disse...

Boa noite Felipa,
Maravilhoso poema pleno de intensidade na forma como exterioriza o seu sentir.
Gostei muito.
Bj e bom domingo.
Ailime

Nilson Barcelli disse...

Pensei, pensei...
E concluí que o teu poema é bom. Gostei muito, minha amiga poeta.
Um beijo.

Orvalho do Céu disse...

Olá, querida
Fiquei contemplando o meu sono como seria... Ah!!!
Bjm de paz